Energisa Boleto
SILVAL BARBOSA

MP dá parecer favorável para que Silval Barbosa cumpra pena em regime aberto

“O Ministério Público se manifesta favorável ao pedido de progressão de regime diferenciada”, diz o parecer...

14/05/2019 08h28Atualizado há 3 meses
Por: .
Fonte: G1/MT
84
Ex-governador Silval Barbosa. — Foto: Lislaine dos Anjos/G1
Ex-governador Silval Barbosa. — Foto: Lislaine dos Anjos/G1

O Ministério Público Estadual (MPE) emitiu parecer favorável à progressão de pena do ex-governador Silval Barbosa, que atualmente cumpre prisão domiciliar.

 

Na prática, se o juiz responsável pela Vara de Execução Penal de Cuiabá Geraldo Fidélis acatar o parecer do MPE, Silval Barbosa ganha o direito de ficar em liberdade.

 

A defesa do ex-governador argumentou que ele deveria cumprir 3 anos e 6 meses em prisão domiciliar. No entanto, Silval já está cumprindo a pena a 3 anos, 7 meses e 23 dias, sendo que destes, 2 anos foram em regime fechado.

 

“O Ministério Público se manifesta favorável ao pedido de progressão de regime diferenciada”, diz o parecer, assinado pelo promotor de Justiça Mauro Poderoso de Souza.

 

Ele rejeitou, no entanto, o pedido feito pela defesa de Silval sobre a remição de pena por cursos de ensino a distância, pois não há nos autos qualquer autorização do diretor do Centro de Custódia de Cuiabá (CCC), local onde Silval ficou preso, ou do juiz da Vara de Execuções Penais, o que inviabiliza a concessão da remição requerida.

 

“Ademais, vale lembrar que a magistrada Ana Cristina Silva Mendes, juíza auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça de Mato Grosso, determinou a suspensão das atividades relacionadas aos cursos à distância realizados pelos reeducandos, sem que haja prévio convênio entre o Poder Público e a Instituição de Ensino objetivando a regulamentação dos cursos ministrados no âmbito da unidade prisional”.

 

O ex-governador foi preso durante a operação Sodoma, que investiga a existência de uma suposta organização criminosa que cobrava propina de empresários para manter contratos vigentes com o estado, durante a gestão dele.

 

De acordo com o Ministério Público Estadual (MPE), as fraudes ocorreram entre 2011 e 2014, quando Silval era governador e Pedro Nadaf e Marcel de Cursi faziam parte da equipe dele. Empresários seriam supostamente ameaçados a pagarem propina sob ameaça de que perdessem incentivos por meio do Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grossox (Prodeic).

 

Em 2017, Silval Barbosa firmou acordo de delação premiada com a Procuradoria Geral da República. O acordo foi homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
MatupáMatupá - MT Matupá é uma cidade ampla e planejada ao estilo das cidades mais modernas, ao estilo de Brasília, suas ruas modernamente traçadas facilitam o escoamento do trânsito. As bases urbanísticas da cidade foram idealizadas pelos catedráticos da FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DA USP de São Paulo, Dr. Cândido Malta Campos Filho e Dr. Carlos Costa.
Matupá - MT
Atualizado às 08h04
28°
Poucas nuvens Máxima: 38° - Mínima: 23°
27°

Sensação

5.2 km/h

Vento

36.6%

Umidade

Fonte: Climatempo
Campanha MPF MT 01
Energisa 02
Municípios
Últimas notícias
Anúncio
Mais lidas